Yoga e Odissi

Os benefícios do Yoga vêm sendo disseminados há décadas. Associado à qualidade de vida, longevidade e a um corpo saudável, caiu nas graças das pessoas de todas as idades, credos e nacionalidades, e passou a ser indicado como atividade terapêutica pelos médicos que se dedicam a cuidar do ser humano de forma integral.

Gostaria de explanar sobre a ciência maravilhosa do Yoga associada as artes da danças e em particular a dança clássica indiana Odissi.

Nesses 11 anos como praticante e professora de yoga, percebo como o corpo do praticante se modifica, os contornos corporais se definem, os músculos ganham firmeza e formas harmoniosas. A postura se desenvolve em elegância e graça e ganha mais segurança ao se movimentar. Essas qualidades corporais obviamente são conquistadas com uma prática regular, aliada à paciência e muita perseverança.
Mas as posturas são a ponta do iceberg. No momento em que sentamos e observamos nossa respiração, acessamos um espaço interno, por onde flui a observação do corpo e da mente. É esse mesmo espaço sagrado que acessamos quando praticamos a dança, presentes no movimento e no gesto. A auto-observação, consciência corporal, a presença em Si de forma amorosa e compassiva, são práticas presentes tanto no fazer do Yoga quanto no fazer da dança Odissi.

Grandes gurus do Odissi, do passado e da atualidade, são unânimes ao afirmar que o Yoga é importantíssimo para aqueles que desejam aprimorar-se na arte da dança Odissi. São muitos os benefícios: vigor, flexibilidade, alongamento, consciência corporal. E há outros benefícios mais sutis tais como o aumento da capacidade respiratória e o controle das emoções.

Essas são algumas das minhas percepções ao longo desses anos no Yoga. Como estudante de Odissi, observo que compreender o movimento, memoriza-lo e reproduzi-lo, torna-se um processo mais natural e mais prazeroso, quando o corpo está forte, consciente e flexível.

Fica aqui meu convite para experimentar uma aula e sentir na pele tantos benefícios!

Pamela Felipe

Yoga e Odissi

Blog | Nenhum comentário