Uma autêntica experiência pela Índia

Por Silvana Duarte

Seguindo os passos de Kelucharam Mohapatra – 1

A vila de Ragurajpur é um dos lugares da Índia que nos faz sentir pertencer a outro tempo. Ali, o tempo segue devagar, embalado pelo ritmo da simplicidade, da graça e da história que é recontada nos detalhes da música, a dança e a pintura local.

Ragurajpur está próxima à cidade sagrada de Puri, no triângulo dourado de Orissa, onde se encontra o templo de Jagannatha. Ragurajpur parece um elo perdido. Os artistas vivem do artesanato cuja matéria prima é extraída da natureza, para chegar numa variedade de cores na paleta dos artistas, que fazem da pintura em folha de palmeiras, sêda, côco e papel machê, sua forma de expressar uma vida simples, feliz e espiritual.

Em visita a vila de Ragurajpur na companhia de guru Ratikant Mohapatra e de alguns dançarinos do Srjan, revisitamos a história de guru Kelucharam Mohapatra (pai de Ratikant). Encontramos seu irmão mais novo, visitamos o pequeno templo e gurukul onde viveu o guru Dayak Saran, guru de Kelucharam. Foi ali que kelucharam Mohapatra iniciou seus primeiros passos na dança Odissi. O gurukul, assim chamado por ser um local onde os estudantes vivem com o guru de dança, mantêm os mesmos moldes de ensino e apresentação de outrora. A vida ali ainda segue um fluxo natural que não obedece ao ritmo cronológico e a arte da dança ainda continua a ser nutrida em seu próprio tempo.

Depois de almoçarmos na vila, o alimento abençoado e cuidadosamente preparado pelo sacerdote local, seguimos para a cidade de Puri, seguindo os passos de Kelucharam, no teatro Raasaleela. Mas essa é outra história que vou compartilhar no próximo post.

Um abraço,
Silvana Duarte.

Special thanks to Srjan, guru Ratikant Mohapatra and Mr. Nityananda Misra
Edição de fotos: Dárida Faggi

Uma autêntica experiência pela Índia