Odissi > Origem

Édifícil precisar as raízes da dança Odissi na antiguidade. Evidências arqueológicas da dança de Orissa (séc. II a.C.) encontram-se nas cavernas do monte Udayagiri, há 15 km da capital Bhubaneswar. Mais especificamente na caverna de Rani Gumpha, construída pelo monarca Kharavela, figuras esculpidas nas paredes descrevem uma dançarina acompanhada por músicos em performance para o rei e a sua plebe. Inscrições nas paredes de pedra recordam que no terceiro ano do seu reinado o próprio monarca, um exímio dançarino e músicos apresentaram a forma tandava – aspecto vigoroso da dança, e abhinaya, uma peça de dança expressiva para o deleite de sua gente.

O espaço destinado às performances, uma área de acústica perfeita a céu aberto em frente à caverna da rainha, foi construída com as mesmas regras e proporções para o espaço-cênico sânscrito mencionadas pelo tratado da dramaturgia de Bharata Muni (Natya Shastra – séc. II a. C.). O Natya Shastra é o mais detalhado tratado teórico – prático sobre teatro, dança e música. O mesmo tratado menciona quatro escolas clássicas de dança, entre elas, menciona a escola clássica Odhra Magadhi numa região chamada de Odhra e Kalinga, antigos nomes do estado de Orissa.

Foto: Silvana Duarte

Odissi > Origem

Site |